O comércio eletrônico é uma tendência mundial que só vem crescendo. Ter uma loja virtual é uma alternativa para negócios físicos expandirem sua atuação. Para aquelas empresas que querem começar do zero também é um caminho.

É possível perceber este crescimento diante dos números. Segundo dados divulgados em janeiro deste ano pela Associação Brasileira de Comércio (ABComm), o crescimento do e-commerce deve ser de 15% e o faturamento deve alcançar mais de 69 bilhões de reais em 2018.

E você que está lendo este post agora deve estar pensando que não quer ficar de fora disto. Para ter um e-commerce de sucesso separamos para você 6 passos que você não pode deixar de se atentar.

1) Segurança para você e para o cliente

Independente do meio que você vá fazer negócios ou comprar algo uma palavra é certa: segurança. Todos querem se sentir seguros na hora de fazer uma compra. No e-commerce esta é uma palavra de ordem.

Não divulgue em hipótese alguma, informações do seu cliente. Ele confiou em você e isso deve ser mantido. Confirmações de pagamento e de envio do produto sempre devem ser enviadas ao comprador. Assim ele consegue ver com clareza todo processo de compra. Procure uma empresa confiável para fazer seu e-commerce, para garantir que a segurança na navegação será mantida.

Outro ponto importante é a sua segurança como empresário. Não se esqueça de instalar um bom antivírus no seu computador. Na hora de escolher senhas fuja do óbvio como aniversários. Trocar com frequência suas senhas também é ótima dica. Faça regularmente backup dos dados do seu computador. Algo de estranho acontecendo? Janelas pulando, computador travando? Não hesite em chamar um técnico para lhe ajudar. São informações da sua empresa que estão em jogo!

2) Identidade visual é tudo

Nas lojas físicas sempre somos atraídos pelo visual. No e-commerce não é diferente. Invista na identidade da sua loja, ela é a principal comunicação com seu cliente. Contrate um profissional para fazer o logotipo da empresa. Padronize as cores do e-commerce, o importante é que elas tenham a ver com seu segmento. Por exemplo, uma loja infantil, pode trabalhar com várias cores um escritório de direito precisa ser mais neutro. Banners devem ser atrativos e conter informações relevantes. Alguns exemplos que não podem faltar são:

  • Banner de promoção – Tem apelo imediato com consumidor e pode lhe render cliques;
  • Banner de conteúdo – Seu produto é específico? É único? Destaque os diferenciais dele;
  • Banner de ofertas sazonais – Datas comemorativas não podem ser esquecidas. Natal, Ano Novo, dia dos namorados, copa do mundo etc. Isso passa para o consumidor que o seu e-commerce está sempre atualizado.

3) Os produtos

São o principal ponto do seu negócio, certo? Dê a devida atenção a eles. Quanto mais informações o seu cliente tiver, melhor. Defina categorias, elas devem ser bastante claras para que seus clientes encontrem facilmente.

Preço tem que estar visível. Se o produto estiver em promoção coloque o preço original e o promocional. Seu cliente terá a sensação de ganho com o produto. Fotos são outro ponto de total atenção. Não se esqueça de tira-las com a melhor qualidade possível. Elas devem transmitir o que realmente o seu produto é.

Descreva seu produto, medidas, peso, cor, modo de usar, restrições, fale dos detalhes. Neste momento você pode ser original e falar de maneira criativa com seu cliente. Não se esqueça de deixar em negrito as palavras-chave sobre seus produtos.

4) Venda e forma de pagamento

Assim como na loja física quanto mais formas de pagamento você oferecer mais chances de ter um e-commerce de sucesso. Afinal, você terá diversos tipos de clientes e cada um opta por um meio de pagamento.

Cartão de crédito e parcelamento são oferecidos por diversas empresas confiáveis. Pesquise as melhores taxas e o que será melhor custo-benefício para você. Boleto bancário é um meio de pagamento bastante dinâmico e conhecido por compradores online. Disponibiliza-lo é bastante atrativo. Apesar de não tão comum quanto os anteriormente citados, o depósito ou transferência bancária também são uma opção. Neste caso não esqueça de solicitar o comprovante com seu consumidor.

Porque não dinheiro? Entenda como cliente gosta de comprar na sua loja, se ele optar por retirar o produto na loja física, deixe disponível esta opção, ou se possível leve o produto até ele.

5) Entrega e pontualidade

Assim como as formas de pagamento, dê todas as opções de entrega possíveis para seu cliente. Os correios permitem que você envie seus produtos para o Brasil inteiro. É possível oferecer os métodos PAC, Sedex ou Sedex 10, o cálculo do frete é feito de maneira automática no processo de compra. (mais detalhes sobre os custos, regiões de entrega e prazos em contato com os Correios ou pelo site www.correios.com.br)

Faça as contas, colocar um frete fixo por determinado valor em compras pode ser uma boa estratégia. O cliente pode querer comprar mais produtos de uma única vez. O frete fixo torna isso mais viável.

Outra possibilidade é o frete grátis. Ele tem um apelo muito forte para conquistar clientes. Porém todo cuidado para não elevar excessivamente seus custos, afinal quem pagará por este frete “grátis” é você empresário.

Além das opções de correios e fretes, se o seu cliente for da sua região você pode dar a opção para ele retirar na loja. Esta modalidade de entrega tem sido bastante usada entre os grandes varejistas.

Quando planejar a entrega pense carinhosamente na embalagem. Ela deve proteger seu produto para evitar danos e ser atrativa. Você pode mandar um bilhete para seu cliente, um cheirinho único da sua empresa, que tal?

Pontualidade na entrega é essencial. Informe prazos viáveis, todos devem sair satisfeitos com a experiência!

6) Atendimento e pós-venda

Como já falamos anteriormente, o consumidor do e-commerce precisa sentir segurança e confiança na sua empresa. Para isso um excelente atendimento e pós-vendas são essenciais. Disponibilize canais de comunicação com o cliente. Eles precisam ser rápidos e efetivos. Ninguém gosta de fazer uma pergunta e não ser respondido. E-mail, chat, redes sociais, todos são uma boa forma de falar com seu cliente.

Após a venda não esqueça de entrar em contato com o cliente para saber a satisfação com a compra e peça para que ele conte sua experiência no site, no Facebook. Esses comentários mostram a transparência do seu negócio e passam credibilidade para um futuro cliente.

Todo consumidor tem direito a garantia, arrependimento, devolução. Deixe claro a política de troca. Esteja atento as leis que regem o comércio eletrônico no Brasil.

Além de tudo que já citamos, alguns outros pontos te ajudarão a ter um e-commerce de sucesso. Aposte em vídeos curtos, explicativos sobre seu produto, ele pode ser decisivo na hora da compra. Outro ponto importante é ter o site otimizado para smartphones e tablets. Nem sempre seu cliente inicia e termina o processo de compra em um computador.

E para fechar mais uma dica bastante bacana: crie conteúdo relevante por meio de um blog. Fazer um blog ajuda a gerar mais tráfego para sua página, cria engajamento entre seus clientes e causa uma influência positiva para futuros compradores.

Gostou das dicas para fazer do seu e-commerce um sucesso? Quer melhorar sua loja virtual, mas não sabe como? Venha conversar com a gente! E não se esqueça de continuar acompanhando nosso blog para mais dicas.

 

Deixe um comentário

Tags permitidas: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Solicite uma Proposta

Nós queremos desenvolver soluções eficientes e criativas para você expandir seu negócio na web.

Entre em contato